10.12.18

"Factos que provam"... em Espanha!



Sabia que a Espanha tem uma Associação de Divulgadores de Espiritismo? Chama-se Sociedade Espanhola de Divulgadores Espíritas (SEDE) e realizou o seu 1º Congresso nos dias 7, 8 e 9 de Dezembro de 2018 em Calpe, Alicante, com resultantes surpreendentes. Venha daí…

A vida é assim…
Auditório
As pessoas contagiadas pela profundidade da doutrina dos Espíritos (Espiritismo ou Doutrina Espírita) juntam-se por afinidade, e sentem o desejo de levar mais longe o esclarecimento e o consolo que o Espiritismo traz ao Homem.
A Sociedade Espanhola de Divulgadores Espíritas (SEDE) – www.bibliotecaespirita.es - nasceu há cerca de 1 ano, e levou a cabo o seu 1º congresso internacional de Espiritismo.
O tema “Factos que provam”, dizia ao que se vinha, e o congresso tinha como tema central “ConCiencia”, onde se falava do Espiritismo com ciência, mas também com consciência.
Cláudia Bernardes
150 pessoas de Espanha (alguns de muito longe), Portugal e Brasil puderam fruir de um evento verdadeiramente espírita: não havia “estrelas”, a simplicidade, amizade, a simpatia e a empatia foram a marca de água deste evento. Houve troca de ideias, partilha, concordância, discordância, discussão amigável, enfim houve espiritismo a sério, longe das luzes da ribalta a que infelizmente muitas vezes os congressos se tornam.
Divulgação
Joaquin Huete, o fundador da SEDE, deu as boas vindas na abertura do congresso e deixou uma atmosfera do que é ser espírita: simplicidade, discrição, amizade e assertividade. Sendo o motor de uma organização perfeita em termos logísticos, com uma equipe organizativa simpática e eficaz, qual não foi o nosso espanto quando estavam previstos para o final dos 2 dias de trabalhos, convívios livres e sem tema pré-definido, com todos os participantes, que se sentavam em torno de uma mesa e iam falando livremente, uns com os outros, sobre espiritismo.
Criou-se amizade, conhecimento, empatia e um ambiente de espiritualidade muito bom.
Definitivamente este congresso era diferente de todos os outros que conheci, discreto, harmónico, profundo, eficaz e simples.
Drª Paula Silva
Antonio Lledó, de Villena, falou, na abertura, sobre “Instrumentos da alma: mente, cérebro e consciência”, seguindo-se uma palestra muito boa sobre “investigação científica e espiritualidade”, a cargo da médica portuguesa Paula Silva, presidente da Associação de Médicos-Espíritas do Norte. Sérgio Filipe de Oliveira falou sobre electroencefalografia com mapeamento cerebral, o que criou alguma polémica, em virtude da duvidosa cientificidade dos processos. Oscar Garcia falou sobre “Provas interiores”, João Gonçalves abordou “Evidências científicas da comunicação dos espíritos”, havendo 2 mesas redondas, uma em cada dia, com os palestrantes de cada dia.
No dia seguinte, Pedro Amoros falou sobre “transcomunicação instrumental”, José Lucas abordou o tema “Provas científicas da imortalidade” e Cláudia Bernardes fez uma excelente conferência sobre a “História do Espiritismo”.
Joaquin Huete e sua esposa
José Mesenguer e Hernandéz, de Villena, falaram de reencarnação, e no Domingo o congresso terminaria com uma conferência sobre “Uma nova consciência”, seguindo-se o testemunho de cada um dos convidados.
De realçar que este evento era sem fins lucrativos, não havia livros à venda mas sim livros espíritas para oferta indiscriminada, e pudemos sair deste congresso com a convicção de que em Espanha a SEDE tem muito trabalho pela frente, mas também tem gente capaz, fraterna, amiga, conhecedora do que é o espiritismo e que quer colocar a luz sobre o alqueire.
Convivência e aprendizagem
Parabéns pela feliz iniciativa, e que possam levar o esclarecimento e o consolo a todos aqueles que ainda não sabem quem são, de onde vêm, para onde vão, bem como que são seres imortais numa experiência carnal, com reencarnações sucessivas, onde a lei de causa e efeito é uma realidade.
Nascer, morrer, renascer ainda, progredir sem cessar, tal é a Lei”, é uma frase cujo autor se desconhece, mas que transparece bem o pensamento espírita.

2 comentários:

Manuela Melo disse...

Frequêntei Racionalismo Cristão no Lobito, Angola, na altura liderado pela saudosa Dra Ofélia de Albuquerque. Talvez a tenha conhecido. Isso foi antes da independência de Angola. Cumprimentos

José Lucas disse...

Eu vim de Angola com 12 anos de idade, nada conhecia do Espiritismo.
Tive uma profª na primária, a D. Mª Luísa, em Benguela, que pelos vistos era espírita (vim a descobrir há alguns anos) vive em Olhão. Talvez se recorde também do Sr. João Xavier de Almeida :-)

Enviar um comentário