13.5.18

Não te mates, não...


A morte,
não é opção
que possas usar,
meu irmão.

A morte é sequência
do que é natural.
Nunca deve ser forçada,
para não ser um mal.

Se a vida é difícil,
confia meu irmão.
Custe o que custar,
não te mates, não!

Se ideia suicida,
te assola a razão,
pára, ora, confia,
não te mates, não!

Se a dificuldade
te tolda a emoção,
confia em Deus,
não te mates, não!

A Vida é bela,
e com sentido divino.
A evolução é aquilo
a que chamas destino!

Quando pensares
estar em solidão,
estamos ao teu lado,
não te mates, não!

A morte é ilusão,
para quem se quer matar.
A vida é imortal…
Porfia, custe o que custar.

Poeta alegre
Psicografia de JC na palestra pública do CCE, Caldas da Rainha, Portugal, em 13 de Abril de 2018.

0 comentários:

Enviar um comentário