4.5.15

Espíritas portugueses: ser feliz !


O Caldas Internacional Hotel, em Caldas da Rainha, Portugal, recebeu as XI Jornadas de Cultura Espírita. Mais de 500 espíritas de todo o país, Espanha e Brasil estiveram ali reunidos em torno do tema "ser feliz: da matéria à espiritualidade" nos dias 1 e 2 de Maio de 2015.

A abertura do evento, inicialmente programada para ser com a presença de Divaldo Pereira Franco (que teve de regressar ao Brasil por motivos de saúde), o maior divulgador espírita do mundo, constou de um momento musical com João Paulo Gomes ao violino, um filme de abertura e, um ESPECIAL DIVALDO FRANCO, momento esse muito emotivo e informativo, acerca da vida e obra deste grande personagem ao nível mundial.
O presidente da Federação Espírita Portuguesa (FEP) dirigiu uma saudação a todos os presentes e seguiram-se várias conferências. Lígia Pinto, médica abordou a temática da depressão e suicídio, Ulisses Lopes, presidente da Associação de Divulgadores de Espiritismo de Portugal (ADEP) falou sobre os vícios, como mecanismos de fuga. José Esteves Teiga, vice-presidente da FEP apresentou as obras de 7 autores portugueses, espíritas, obras essas editadas pela FEP e cujo lucro reverte integralmente para a divulgação do Espiritismo, para a FEP. Seguiu-se interessante palestra da Drª Gláucia Lima, médica, sobre "Viver melhor: a ânsia de cada um". A professora Ana Duarte abordaria a temática "Aceitar o outro na diferença" e José Lucas o tema "Relações interpessoais", terminando o 1º dia deste evento com 4 música à viola com o professor Reinaldo Barros.
O dia 2 de Maio traria novas caras, novos temas e novas dinâmicas.
Após o reinício das actividades, a professora Manuela Vieira falou sobre "Começar de pequenino" realçando a importância da educação espírita no homem do futuro. O jornalista e escritor Jorge Gomes fez brilhante abordagem ao tema "Perda de entes queridos" utilizando para isso o mundo animal como referência para uma actividade normal na vida, que é a morte do corpo físico, realçando com lógica e profundidade que afinal ao invés de haver perdas, há ganhos.
Reinaldo Barros falou sobre a felicidade no mundo espiritual, e Vasco Marques, um dos "gurus" do "marketing digital" em Portugal fez brilhante palestra interactiva, demonstrando como podemos utilizar com poucos recursos o espaço cibernético numa divulgação do espiritismo, bem feita e não de qualquer maneira.

Ser feliz, da matéria à espiritualidade, são passos consecutivos
que cada um pode dar, dentro de si próprio.

Após o almoço decorreu um debate moderado por Noémia Margarido, com todos os palestrantes, seguindo-se uma breve alocução de João Xavier de Almeida, ex-presidente da Federação Espírita Portuguesa, que alertou os presentes para a necessidade dessa busca da felicidade no nosso interior.
As XI Jornadas de Cultura Espírita, organizadas pelo Centro de Cultura Espírita de Caldas da Rainha e pela Associação Cultural Espírita de Alcobaça, com o apoio da FEP e da ADEP, terminariam com brilhante intervenção do médico pediatra Joaquim Sequeira, que pegando nas suas experiências de voluntariado em situações de guerra, em África, deixou todos os presentes a pensar sobre o que pode ser mesmo a felicidade.
Sílvia Torres (Sonasfly), música açoriana encantou os presentes com as suas músicas terminando o evento com um filme aglutinador de todas as actividades nesses dois dias.
Ser feliz, da matéria à espiritualidade, são passos consecutivos que cada um pode dar, dentro de si próprio, na certeza de que reencarnação após reencarnação vamos galgando os caminhos da evolução em busca de um devir melhor, mais feliz.
"Nascer, morrer, renascer ainda, progredir sem cessar, tal é a lei" é o desiderato de todos nós até que um dia atinjamos o estado de Espíritos puros.
A organização já pensa no evento do próximo ano, 2016, ano em que Portugal receberá igualmente o 8º Congresso Espírita Mundial, em Lisboa, no mês de Outubro.

Quem desejar poderá assistir a todos os eventos destas XI Jornadas de Cultura Espírita na Internet em http://adep.pt/jornadas2015/

0 comentários:

Enviar um comentário