5.11.14

Ânimo para a Vida...

É esquisito
O ser humano,
Aquando na Terra,
como mundano.

No mundo espiritual
Torturado pela dor
Tenta fugir do mal
Aliviar o seu estertor.

Então, pede a Deus
A reencarnação
Para poder esquecer,
Rectificar, aprender a lição.

Quando chega à Terra
No meio da insatisfação,
O que pediu para voltar
Quer a desencarnação!

Como havemos de aturar
Estes seres humanos?
Não sabem o que querem,
Nem gerir os enganos!

Tenham paciência, amigos,
C’as vossas dificuldades,
Elas aparecem em todos
E em todas as idades.

Queríeis viver na Terra,
Como num paraíso?
Esforçai-vos primeiro,
Tende juízo…

A Terra é um Planeta
De provas e expiações,
Não viestes para aqui
Para fazer excursões.

Olhai para o vosso interior
E perscrutai bem a alma.
Há todo um labor
P’ra fazer com calma.

Não tenhais pressa de morrer,
De voltar p’ró mundo espiritual,
Depois acontece com’aos outros,
Querem voltar à Terra natal...

A vida é bela,
Cheia de alegrias,
Seja na Terra
Ou noutras moradias.

Aproveitem amigos
O que a vida encerra,
Para quando morrerem,
Merecerem de novo a Terra.

Não sejam tolos
Querer morrer depressa,
Vivei o hoje e o amanhã,
Vivei-o com alegria, ora essa!

Que gente estranha, o ser humano,
Sempre insatisfeito com o que tem,
Quando Deus lhe dá oportunidade
De evoluir, fazendo o bem.

Nós amamos-vos muito,
Não levam a mal,
Um ou outro remoque
Deste irmão espiritual.

Poeta alegre
Psicofonia recebida por JC na reunião mediúnica do CC, C. Rainha, Portugal, em 13 de Maio de 2014


0 comentários:

Enviar um comentário