1.11.16

Fazer a paz na Terra...

A violência na Terra,
é praga sem igual,
espalha-se com’um vírus,
sem vacina final…

Criticas os governos,
o lobby do armamento,
mas esqueces no íntimo,
de te limpar por dentro.

A violência é tal,
que parece generalizada,
só porque os bons,
ficam de boca calada.

Criticas o míssil,
a arma e a baioneta,
mas provocas a guerra,
só com uma caneta...

Qual mata mais?
Uma granada ou
durante uma discussão,
a língua afiada?
  
Se queres pacificar a Terra,
e livrá-la do armamento,
começa por ti,
pacifica-te por dentro…

Cala a dissensão,
promove a fraternidade,
evita a discussão,
pugna pela verdade.

Deita fora de vez,
a violência interior,
só depois tens autoridade,
para exigir um mundo melhor.

Se fizeres a tua parte,
exalando paz, harmonia,
verás que o teu exemplo,
frutificará um dia…

Esse é o objectivo,
da tua reencarnação,
Melhorar-te por dentro,
aprendendo o perdão.

Poeta alegre 
Psicografia recebida por JC, em Óbidos, durante o evangelho no lar, no dia 01/09/2016

3 comentários:

Ana Maria disse...

Muita verdade .Tenho pena de muita gente não aceitar como exemplo .obrigada Lucas amei .

Alda disse...

Obrigada por partilhar - Gostei!

José Lucas disse...

Isto é para todos nós, falo por mim, que de vez em quando escorrego na casca da banana, repetindo erros milenares :-)
Mas o importante é identificarmos e levantarmo-nos, um dia vamos acertar ;-)

Enviar um comentário