16.7.15

Ter fé, é preciso...

Ter fé é preciso,
pensa nisso meu irmão,
pois, sem fé,
não vences a desilusão.

Não te falo da fé humana,
preciosa e necessária,
falo da fé em Deus,
que te distingue da alimária.

Não te falo da fé
que tens na tua capacidade,
falo sim, da fé divina,
que te livra da ansiedade.

Outrora, a fé
era apenas um "postal",
que os padres "vendiam"
aos que se portavam mal.

Estes, com medo
de ao inferno irem parar,
davam à Igreja,
os terrenos a herdar.

Essa fé, é cega,
não serve à humanidade,
o que é necessário,
é ter fé de verdade.

Kardec, definiu-a
como ninguém.
Fé verdadeira,
vai muito mais além...

Dizia o mestre lionês,
que a fé verdadeira,
enfrenta a razão
na Terra inteira.

Medita bem,
nestes conceitos
e vê se a tua fé
supera teus defeitos

Oh, fé divina,
verdadeiro manjar...
Sem ti, não é possível,
o Espírito iluminar...

Poeta alegre

Psicografia recebida por JC em Óbidos, Portugal, em 9 Julho 2015

2 comentários:

Anónimo disse...

que eu seja capaz de aproveitar e por em prática na minha vida esta lição do "Poeta Alegre"!
VS

Anónimo disse...

Continuo fan do Poeta alegre e da sua forma leve mas profunda e substanciosa de poetar.

Enviar um comentário