7.5.14

Espíritas portugueses em Espanha...


Salou, Tarragona, Espanha, 1 a 4 de Maio de 2014, II Encontro Espírita Ibero-americano. Tema central: o Espiritismo do século XXI. Organização do Centro Barcelonés de Cultura Espírita, de Barcelona, Espanha.

Este congresso internacional decorreu de 1 a 4 de Maio de 2014 em Salou, Tarragona, Espanha, numa organização conjunta do Centro Barcelonés de Cultura Espírita (Barcelona, Espanha) e da CEPA (Confederação espírita Pan-Americana).
Espíritas de todo o mundo estiveram presentes, desde Espanha, Portugal, Cuba, Argentina, Venezuela, Brasil, Porto Rico, França.
Os portugueses, Gláucia Lima (psiquiatra) da Associação Médico-Espírita de Portugal, Lisboa, Leonor Leal (Técnica de Recursos Humanos) da Associação Cultural Espírita de Alcobaça e José Lucas (militar) do Centro de Cultura Espírita de Caldas da Rainha, foram convidados a apresentarem temas, respectivamente “Mediunidade: caminho ou transtorno?”, “Fluidoterapia: provas científicas” e “O Centro Espírita no século XXI”.
O evento teve momentos de grande qualidade, atingindo mesmo o brilhantismo em algumas conferências, de alto nível.
Na abertura houve um espaço de perguntas e respostas com o advogado brasileiro Milton Medran, Dante Lopez, presidente da CEPA e, Guillermo Reyes, de Barcelona. Posteriormente, houve uma homenagem a Jaci Regis, recentemente desencarnado, bem como a Josep Casanovas. No dia seguinte, um painel sobre “Espiritismo e Sociedade” com Gustavo Molfino da Argentina, Mauro Spínola do Brasil e Jacques Pecatte de França. O painel seguinte, “Espiritismo e problemática social” contou com Alcione Moreno, médica brasileira, Jacira Silva, juíza brasileira e, Óscar Garcia, escritor e jornalista espanhol. A temática “A mediunidade no século XXI” contou com Dante Lopez, da Argentina e, dos portugueses Gláucia Lima e Leonor Leal. No Sábado, 3 de Maio, a médica brasileira Cristina Zaina, o Prof. Mauro Barreto e a escritora Nieves Granero abordaram o painel “Espiritismo e Consciência”.

Foi uma experiência muito rica, de partilha de conhecimentos, 
de sentimentos, de emoções, tendo permanecido, acima de tudo, 
a amizade, o amor, a autenticidade e fraternidade entre todos.

Moacir Lima, Físico, advogado professor, Milton Medran e David Estany falaram dos “Motores do Espiritismo” e, por fim, José Lucas, de Portugal, José Arroyo de Porto Rico e Vítor da Silva, português radicado na Venezuela, abordaram o painel “Inserção Social do Espiritismo”. Dante Lopez, efectuou excelente e oportuna palestra sobre “A visão da CEPA no século XXI” e no Domingo, David Santamaria, a face da organização, efectuou um resumo de toda a actividade, numa postura muito serena, sensata, com bom senso, espírito de abertura e fraternidade, um exemplo de um homem bom.
De realçar que, apesar de debate aceso e fraterno no painel com José Lucas, derivado de pontos de vista diferentes sobre como abordar o espiritismo na sua génese, todos os presentes souberam, numa postura de grandeza espiritual, divergir num ou noutro ponto, com grande amizade e fraternidade, que se podia sentir no ambiente de grande paz e harmonia.
Foi uma experiência muito rica, de partilha de conhecimentos, de sentimentos, de emoções, conhecendo pessoas novas e, saímos de lá muito felizes pela oportunidade de conhecermos pontos de vistas diferentes, abordagens mais ou menos semelhantes, tendo permanecido acima de tudo, a amizade, o amor, a autenticidade e fraternidade entre todos.
Estão de parabéns os organizadores que, souberam fazer deste evento uma ampla discussão cultural da doutrina espírita, dentro do aforismo “o meu amigo não é o que pensa como eu, mas o que pensa comigo”.

Até sempre.

1 comentários:

Anónimo disse...

Pois que maravilha !! e na verdade que o espiritismo foi muito bem representado pelas pessoas que são !! obrigado pela partilha ...

Enviar um comentário