19.9.13

Espírito e corpo...

A vida vai e vem,
Nos dias, sem parar, 
Com tanta actividade,
Não há tempo para orar.

Alma que corre na vida,
Sem o amparo da prece,
Entra em desequilíbrio,
Envolta em tanto stresse.

Equilíbrio é solução,
Para o nosso dia-a-dia.
Ao corpo dar o pão,
E ao Espírito a energia.

Parar vez por outra,
Para em paz orar,
É força divina,
Que nos vem reanimar.

Sendo Espíritos eternos,
Com um corpo passageiro,
Demos-lhes alimento e descanso,
Sem esquecer o timoneiro.

Poeta alegre
Psicografia recebida por JC, em Caldas da Rainha, Portugal

1 comentários:

Anónimo disse...

Refletir . . .
e orar,
antes de dormir
e também ao acordar

Enviar um comentário