1.8.13

Dias de turbulência...


Momentos turbulentos
Viveis na Terra
Onde todos parecem
Estar em guerra

Pensamentos de ódio
Raiva e paixão
Cruzam-se no espaço
Em espiritual escuridão

Tereis de ponderar
Três situações
Para que amanhã
Não entreis em aflições

Uma, é a violência,
Que todos temos um pouco
Não a deixeis fluir
Senão dareis em louco

Outra, é a incompreensão,
Gerando irritação no lar
Tornando-o local de discussão
Onde se deve Amar

Por fim, o suicídio,
Acto tenebroso,
Que muitos acalentam,
Neste tempo "misterioso"…

…que parece não ter saída;
Mas, estais equivocados,
Pois, Jesus está no leme
Desta nau “aos bocados”…

Estamos numa luta
Entre o bem e o mal
Que Jesus previra
Com a Sua vitória final.

Poeta alegre 
(Psicografia de JC, na reunião mediúnica no CCE, C. Rainha, Portugal, em 25 de Junho de 2013)

2 comentários:

Anónimo disse...

Em poucas palavras, um retrato assertivo destes tempos.

Anónimo disse...

Poeta Alegre: a habitual prudência, sensatez e leveza de
estilo.

Enviar um comentário