14.11.12

O poder do perdão...


Como perdoar
O meu irmão
Se mantenho sujo
O coração?

Como esquecer
A ingratidão
Se mantenho dorido
O coração?

Como amar
O refilão
Se tenho fechado
O coração?

O Amor é o caminho
De todos nós
Pois somente amando
Não estaremos sós

O Amor é o portal
Da partilha, amizade,
Pois somente amando
Conquistamos a humanidade

Desculpar é preciso
Em 1º lugar
Para aprenderes
Depois a perdoar

Sabendo desculpar
Treinas o perdão
Para qu´ ele alimente
O teu coração

Perdoando agora
Poderás Amar
Seja quem for,
Em qualquer lugar.

O poder do perdão
É incomensurável
Toca o coração
Do bom e do miserável

Segue o apelo
De Jesus de Nazaré
Perdoa sempre,
Mantém acesa a fé.

Poeta alegre
Psicografia recebida por JC, no ENL, em 9 de Agosto de 2010, em Óbidos, Portugal

0 comentários:

Enviar um comentário